quarta-feira, 29 de junho de 2011

Design Events: em detalhe!

Hoje a manhã começa com a DesignEvents, pelas palavras da bem disposta Maria João Soares… Para além da resposta pronta e gargalhada generosa, tem sempre conselhos sábios de quem sabe o que faz!
1. Apresentem-se…!
Olá nós somos a DesignEvents e eu sou a Mª João, que presido aos destinos desta pequena empresa sediada no Alentejo e que acredita que por aqui também se fazem casamentos com decoração e muito coração.
2. Qual é a importância da decoração e ambiente?
Faz toda a diferença e por duas razões, a maior parte dos espaços são difíceis de “trabalhar” – ou têm uma componente demasiado rústica ou estão a meio caminho entre o open space sem graça e a tenda, que é o que é. Apagar, esconder ou potenciar alguns elementos de modo a criar um ambiente de festa é o objectivo da decoração e sempre, criar ambientes onde as pessoas se sintam bem.
3. O que vos distingue da multidão?
Ouvir, analisar vontades e encaminhar para a melhor solução. Nem tudo é possível, mas o melhor deste negócio é arrancar um sorriso de espanto quando tudo fica pronto. Gostamos de exceder as expectativas e de alguma surpresa, apesar de estarmos conscientes que ainda trabalhamos um mercado muito cauteloso e pouco receptivo à diferença.
4. Como definiriam o vosso tipo de abordagem/estilo?
Não gostamos muito da palavra estilo, a personalidade dos Noivos determina muito a nossa proposta, mas é claro que temos as nossas preferências – rústico chic, ambientes muito coloridos e sempre muito frescos e sem detalhes supérfluos. Ambientes pouco formais, uma desarrumação elegante, mesas diferentes, flores campestres – ficávamos aqui umas horas a enumerar …
5. Como mantêm as vossas ideias frescas e inspiradas?
Mantemo-nos de olhos abertos e open minded, pensando fora da caixa – revistas, os blogs fantásticos e os gurus que ainda existem – tudo nos serve de inspiração, às vezes a decoração do espaço começa no exterior – uma arvore centenária, um detalhe arquitectónico, a luz e até já aconteceu, um simples pedaço de tecido.
6. Trabalham com tendências ou por medida?
Por medida e de acordo com a história dos Noivos, a tendência pode ser uma guia mas não têm história.
7. Como e com que antecedência devem os noivos contactar-vos?
O mais cedo possível e pelo menos 3 meses antes do casamento, não aceitamos por regra mais de um casamento quando o que está em causa é um projecto global.
8. Que tipo de serviços poderão contratar?
Desde o simples aluguer de material, decoração de espaços e floral, o âmbito quem decide são os noivos.
9. Qual é o processo de trabalho, como criam cumplicidade com o casal com que vão trabalhar?
O processo inicia-se sempre por mail ou telefone, mas consideramos o contacto pessoal imprescindível, gostamos de fazer pelo menos duas reuniões – a primeira de quebra gelo, a segunda de proposta/ensaio e depois os contactos passam a ser mais esporádicos, até à semana do dia D em que as emoções começam a ganhar muito terreno e onde o capital de confiança adquirido é fundamental.
10. O vosso trabalho é local, regional, nacional?
O nosso é muito regional mas cada vez mais, somos contactados para trabalhar a Norte e a Sul. Lisboa tem sido também muito gentil connosco e por vezes faz-nos andar com a casa às costas.
11. Escolham um projecto favorito do vosso portfolio e contem-nos porquê…
Escolhemos um que foi um desafio total: local, Castelo de Terena, condições, nenhumas – foi necessário providenciar tudo. Uma festa medieval à séria, desde a comida às vestimentas de noivos e convidados – mas foi uma festa super romântica, com danças medievais e uma lua a acompanhar como só se encontra no Alentejo.
12. 3 conselhos para os noivos…
Com o excesso de informação que existe, as ideias por vezes turvam-se, deixarem-se aconselhar e depois escolher.
Não se deixarem contaminar é fundamental – o casamento deve ser a cara dos noivos, único, intimista e mais que tudo, uma festa divertida, e por último, planear, dar relevância ao que é importante mas não stressar com o acessório.
Mais 3!
O que vos inspira?
A natureza é perfeita, e as cores e as flores são associações perfeitas.
Como seria o casamento perfeito?
Se fosse hoje, super citadino! Cerimónia religiosa numa igreja do Chiado, cocktail num terraço dum hotel de charme da área – jazz, música brasileira, e finger food do melhor. Dress code: fato claro para os meninos (sem gravata), vestido de cocktail para as meninas. Estamos no mês de Junho e a cidade rejubila. Jantar informal mas muito animado, num local com a melhor vista do Tejo, ou numa esplanada moderníssima encostada ao Museu de Arte Antiga, por exemplo. Mini bus para a deslocação na cidade. Convites em preto e branco – o corvo num registo humorístico, manjericos para os convidados embrulhados em papel de seda preta. No dia seguinte um brunch para os amigos íntimos e um sessão de fotos à maneira.
Qual é a melhor parte de ser um criador de ambientes para um dia especial?
Pensar no fio condutor e partilhar a emoção dos dias que antecedem esse dia tão especial.
A DesignEvents é um fornecedor seleccionado do Simplesmente Branco. Para mais detalhes, consultem a sua ficha de fornecedor, arquivada em Decoração, Organização e Serviços e Aluguer.

Sem comentários:

Enviar um comentário